Novidades | Mulher condenada a 4 anos de prisão por cortar o pênis do marido e descartá-lo

| Mulher condenada a 4 anos de prisão por cortar o pênis do marido e descartá-lo |

Mulher condenada a 4 anos de prisão por cortar o pênis do marido e descartá-lo


REPRODUÇÃO/DIVULGAÇÃO

Compartilhe:



Mulher condenada a 4 anos de prisão por cortar o pênis do marido e descartá-lo

Uma mulher, cozinheira de profissão, foi condenada a quatro anos e oito meses de prisão em regime fechado por cortar o pênis do marido e jogá-lo na privada em decorrência de uma traição. Ela foi motivada pela descoberta de uma infidelidade e está cumprindo pena há cinco meses, mas reatou o relacionamento com o companheiro. O Ministério Público alterou a denúncia de tentativa de homicídio para “lesão corporal gravíssima”, resultando em uma condenação de 4 anos, 8 meses e 20 dias. A advogada da ré argumenta que a cliente agiu sob violenta emoção e buscará recurso para aplicação de regime semiaberto.

No tribunal, a cozinheira detalhou que planejou o crime após descobrir a traição do marido com a sobrinha adolescente dele. Em um ato premeditado, ela amputou o pênis dele com uma navalha e, em seguida, compartilhou a imagem do órgão no grupo de mensagens da família. O marido sangrando teve que buscar ajuda na Unidade de Pronto Atendimento a pé após a mulher jogar a chave do carro pela janela, deixando um rastro de sangue no caminho.

O marido, em depoimento, aceitou a culpa pela traição e reconheceu que não deveria ter feito aquilo à esposa. Inicialmente, declarou que não perdoaria a agressora, mas com o tempo mudou de ideia e passou a trocar correspondências com ela. As cartas refletem um sentimento de arrependimento e possível reaproximação do casal.

Um casal enfrentou uma situação de traição e crime, que levou a consequências devastadoras em seu relacionamento. Para Gilberto, a traição foi o início de um desvio que resultou em desgraça, enquanto Daiane considerou o crime como o momento em que seu castelo desmoronou. Apesar disso, eles ainda expressaram juras de amor e fizeram planos para o futuro, mesmo com Daiane enfrentando a prisão.

A situação gerou reações intensas por parte do casal, como evidenciado por cartas trocadas entre eles. As mensagens revelam um misto de emoções, desde o deslize que causou a desgraça até a promessa de continuar unidos apesar das circunstâncias difíceis. A imagem que se forma é de um vínculo complexo, marcado por altos e baixos, mas também por uma profunda ligação emocional que sobrevive à adversidade.

Ao compartilhar essas cartas, o casal deixou à mostra um lado íntimo e pessoal de sua relação, mesmo diante de um incidente tão impactante. A narrativa revela a humanidade por trás de atos extremos, mostrando que mesmo nas situações mais difíceis, ainda há espaço para o perdão, o amor e a esperança de um recomeço.






Recomendamos


Outras Novidades





Mais Recentes